quarta-feira, 5 de julho de 2017

A ruindade humana.

A guerra infelizmente faz parte da natureza humana.

A sociedade não tem consciência sobre a ruindade humana, pois se soubesse não passaria tanta dificuldade e iria reagir perante as adversidades da vida, pois a ingenuidade que provoca tanto sofrimento, porque as pessoas não querem acreditar que os seres humanos são maus por natureza. Temos o instinto de predador, somos equivalentes leões, tigres, pantera negra com inteligência, que usamos o nosso poder de invenção para dominar e destruir o outro.

As pessoas boas são ingênuas, acreditam que praticando bondade com o outro, todos vão corresponder da mesma forma, mas na prática não é isso que vemos, por isso, sofrem de depressão e ansiedade. Excesso de sensibilidade não é uma virtude, mas sim uma fraqueza, porque isso provoca muito sofrimento na pessoa, onde deve enxergar o mundo de modo mais racional e “frio”, senão será um para-raios do sofrimento alheio. 

Devemos desenvolver mais o instinto de sobrevivência, temos um lado animal que deve ser mais desenvolvido, pois pode ser um ótimo mecanismo de defesa. Por isso, nunca podemos perder o sentimento de raiva e ódio, porque no momento de perigo, aciona o mecanismo de sobrevivência. Quando falam que a raiva e ódio são sentimentos negativos, é na intenção de tirar a capacidade de defesa da pessoa, para poder levar vantagens em cima dela, ou seja, atacar e o outro não reagir.

O mal está tomando conta do mundo, as pessoas estão cada vez mais passivas, não reagem e nem falam, por isso, que a sociedade está caminhando para a destruição. Uma vez entrevistei um assassino, então ele falou para mim: “Márcio, eu nasci para fazer todas as coisas erradas no mundo, sei quando morrer vou descer diretamente para o inferno!”. Ele matava com requinte de crueldade, estuprava, torturava, queimava pessoas vivas, etc. Assassinou uma menina de 12 anos, porque tinha falado ter relações sexuais com ele, mas a garota se negou e foi morta por um tiro de escopeta na cara. O assassino não tinha paz, sempre falava que era assombrado pelo espírito da garota, todas as noites sonhava com ela, bebia e usava drogas para aliviar as suas dores.

O mais perigoso nisso tudo são os direitos humanos, que é uma organização criminosa visando destruir os países inimigos, valorizando as escórias sociais e desprezando a vida das pessoas direitas. A coisa está tão séria que eles já se infiltraram dentro das religiões, fazendo as cabeças das pessoas, sempre perdoar até mesmo o assassino do seu filho. Eles sabem que a sociedade obedece mais às religiões do que as leis, então usar a estratégia de fazer as pessoas perdoar sempre os criminosos, levará a sociedade para a destruição.

Mais amor no mundo, por favor!” significa dominação da sociedade e a passividade perante as adversidades, tornando o planeta um verdadeiro inferno terrestre. Outro fator importante é “Não julgar”, devemos julgar sim os outros, não na intenção de ser melhor do que o outro, mas sim na forma de colocar um freio na pessoa, porque o comportamento dela prejudica a vida das outras pessoas. O não julgar significa a falta de discernimento e senso critico das coisas, acaba aceitando tudo de forma passiva, não possui coragem de questionar sobre a sua existência no mundo.

As pessoas querem fazer coisas erradas, não querem ser questionadas e nem cobradas das suas ações, fazem o que fazem, depois que sofrem as consequências dos seus atos, pega ódio do mundo e se julga o direito de se vingar dele. Essas pessoas se tornam perigosas, usam da estratégia que ninguém deve julga-lo para se sentir a vontade de agir sem obstáculos. Devemos prestar atenção nos comportamentos das pessoas, parar de ser inocente e ingênuo, começando a desenvolver mais o instinto de sobrevivência, tendo mais maldade e enfrentar os perigos da vida, caso contrário sofrerá grandes consequências. 

A propaganda é o grande instrumento para atuar na área involuntário e irracional do cérebro, fazendo através das sucessivas repetições, bloqueando as mentes das pessoas não reagir quando forem atacadas por um criminoso, ou fazendo perdoar o seu agressor, nesse caso usam a religião. As propagandas afetam as mentes dos lideres religiosos, que vão dizer para os seus seguidores não ter raiva e ódio, onde deve sempre perdoar os seus agressores. Vão dizer que devem ser passivos, que os seus agressores sofrerão um castigo divino, por isso, não deve reagir. Deve ter consciência disso, porque a sua sobrevivência depende disso.

Sejam Felizes e Superam as Paixões.

Márcio de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário