terça-feira, 16 de maio de 2017

Não se lamente por causa do passado.

A vida do homem pobre começa aos 30 anos.
Sobreviva até lá!

A vida amorosa do homem pobre é muito triste, ele é rejeitado de tudo que é jeito, não pode expressar o que sente para os outros, reprimido pela sociedade, a sua vida se torna totalmente sem sentido. Quando a Real diz que a vida sexual do homem pobre começa aos 30 anos de idade, está certíssima essa tese, porque nessa idade geralmente teve algumas conquistas, depois de anos de estudos e trabalhos. Comigo foi a mesma coisa, a minha vida sexual ativa começou aos 29 anos de idade, antes disso era como caracol, transava uma vez por ano durante 12 horas. O máximo que conseguia transar com a mesma mulher era somente duas vezes, pois isso me deixava muito triste.

Depois que entrei na faculdade de jornalismo aos 27 anos de idade, as portas se abriram (as portas não, as mulheres abriram as pernas), nunca mais fiquei sem sexo na minha vida. Engraçado quando fala que é jornalista, a mulher começa a fantasiar, pensa que vai coloca-la na televisão, que vai tirar onda que o namorado dela é jornalista, etc. O que sei depois que entrei na faculdade de jornalismo, as coisas ficaram mais fáceis para mim.

Mas, assumo que fiquei com certo trauma, mesmo tendo muitas namoradas, parece que ficou um buraco na minha vida, porque a época que queria mais namorar, não aconteceu, que foi na adolescência e na mocidade. Época que era jovem cheio de vida, estava alucinado para namorar, mas devido ao meu status social, morria na punheta

Mesmo depois dos meus 29 anos, com a vida sexual muito ativa, quando via um jovem com uma namorada ao lado dele, batia uma sensação de tristeza profunda, porque sempre lembrava que queria namorar nessa idade, mas não aconteceu. Parecia que uma parte da minha história tinha sido cortada, sem referência de relacionamentos passados. 

Antes de 29 anos de idade, só pegava mulheres que nem merece fazer comentários, pois esse negócio de beleza interior não funciona (a minha piroca não tem câmera para ver o interior da mulher), quando saia com uma mulher fora de padrão de beleza, e quando via outro rapaz da minha idade com um mulherão, me sentia uma verdadeira merda.

Mesmo essas mulheres de beleza fora de padrão, as vezes me esculachavam por causa do meu status, ai que nós vemos que essa mulher está contigo, porque não achou uma coisa melhor para ela.

Hoje com 43 anos de idade, aprendi com a experiência, que a adolescência e mocidade são coisas que passam muito rápido, o seu passado um dia foi o seu futuro, e o seu futuro  um dia se tornará o passado. O passado, presente e o futuro são simultâneos, por exemplo, quando pensou em ler o texto era o futuro, quando clicou já era presente e quando terminar de ler esse texto será o passado. O que quero dizer para vocês, que certas coisas são como são, não devemos nos lamentar e nem se vangloriar.

A outra vida não pode ser apenas traduzida apenas como reencarnação, mas a própria vida que está vivendo agora. Por exemplo, quando tinha 10 anos de idade, você era um ser, aos 20 anos era outro ser totalmente diferente, aos 30 se torna outra pessoa, e assim por diante.


Alienação parental, realidade de muitos homens,
que não pode ver o próprio filho. 

Então não adianta nada ficar se lamentando, porque não namorou na juventude, porque já está na outra vida, a sua juventude já morreu e agora se encontra num outro corpo velho, porém mais experiente. Muitos homens que começaram namorar cedo, perderam seu precioso tempo com as mulheres, tiveram que assumir responsabilidades cedo demais, ficou a sua vida resumido apenas em levar o sustendo para a sua amada.

Conheço vários homens que namoraram cedo, mas aos 30 anos de idade (até menos), já estavam com o seu emocional totalmente destruídos, tem ódio dos filhos por causa da alienação parental, muitos nem acompanha o crescimento dos seus filhos, pois isso é muito triste para um homem. Vida marcada somente de decepção, frustração, tristeza, todas as noites antes de dormir chora, porque se tornou prisioneiro do passado. Muitos ficam iludidos em querer se casar com mulheres virgem, isso não é garantia de nada, já vi muitas mulheres casarem virgem e depois de casadas cornearem os seus maridos.

Soube de uma história de um rapaz que contou para mim, se envolveu com uma mulher casada, (ela casou virgem com o marido), levou para o motel arregaçou totalmente ela, rolou até mesmo tapas na cara. Depois que passou a tarde toda com o amante, à noite a mulher se arruma toda e vai ao jantar com o seu marido, com a maior frieza. Soube que esse infeliz casou com ela quando eram jovens, homem de família bem sucedida e ela moça de família e virgem.

Acho bem feito quando vejo um cara bem sucedido se fuder nas mãos das mulheres, porque esses caras se julgam superiores, gostam de esculachar aqueles que são simples, se julga com mais direito que você que é um simples mortal. Esses caras acreditam que merecem todas as mulheres do mundo, e acham certo quando a mulher te dar um fora. Um cara desse merece se fuder de verde e amarelo, para aprender ser mais humilde, parar se julgar superior aos outros homens.


Gostaria de fazer mais coisas e não pode porque está casado.

Comecei a observar que todos os homens que se relacionaram cedo, todos eles tiveram uma vida limitada, coisa que não aconteceu comigo, pelo fato de ter sido rejeitado na juventude, pude escrever a minha história, pude viver a vida, realizar todos os sonhos e fazer tudo aquilo que tive vontade de fazer, coisa que seria impossível se tivesse assumido um relacionamento quando era jovem. Não se lamente e nem sente um buraco na sua vida, porque não namorou quando era jovem, agora está numa outra vida, no outro corpo e pensamento, zera o cronômetro e começa tudo outra vez. Escreva a sua historia, não leve uma vida medíocre, pois muitos morreram sem escrever nada na vida, sem nenhuma realização pessoal. Crie uma nova ótica para sua vida, começa olhar as coisas de uma maneira diferente, pois a felicidade pode ser encontrada nas coisas mais simples. Simplifique a vida, seja objetivo e não dificulta as coisas para você. Seja mais amigo de si mesmo e faça um favor para si mesmo, esqueça de todos os amores da juventude.

Sejam Felizes e Superam as Paixões.

Márcio de Andrade.

2 comentários:

  1. Muito bom Márcio,parabéns pelo texto parece que me descreveu.Realmente eu tive uma péssima juventude por ter nascido na bosta de uma família pobre,miscigenada e disfuncional,e pior ainda era feio e pouco atrativo para as mulheres,mas hoje com 27 anos de idade percebo que as coisas já começam a melhorar pra mim,pensei que era papo furado esse negócio da real de dizer que a vida do homem começa aos 30 anos mas hoje percebo que é verdade.

    ResponderExcluir
  2. Excelente Marcio! Já estou a três anos na Real e no fórum do Bufalo e posso te dizer com plena convicção, está na hora de você escrever um livro. Está na hora dessa década receber um novo orientador para os tempos presentes; sei que você consegue pois venho lendo seus posts nos blogs a um tempão. Ainda que use um pseudônimo, não importa, mas depois dessa reviravolta politica, parece que muitos homens esqueceram a lingiagem de N.A, uma pena. Mas parabens pelo texto.

    ResponderExcluir